Baile Furacão 2000 com Samara Felippo 45 anos

 ” Só penso nisso desde 1995 “

 

Samara Felippo  apresenta  Apocalipse Tropical  comemorando 45 naos com a  Furacão 2000

Apocalipse Tropical é uma festa em que a gente leva muito a sério não se levar a sério.

Você vai encontrar:
– muita cor;
– uma mistura de músicas e batidas brasileiras;
– um ambiente seguro para rebolar a raba sem medo de ser feliz;
– sensação de estar na casa de velhos amigos;
– o público mais bonito e interessante da redondeza;
– nenhuma modéstia

Importante :
– Antes de se vestir para festa, pense no Brasil, nos abacateiros, na Rita Lee, nos discos voadores, outros carnavais.

Pense também como você é gostosa (o) e foi feita pra brilhar;
– Quanto mais diverso, mais gostoso;
– Venha pra se divertir;
– Seja legal com todo mundo, praticamos o deboísmo institucional;
– Você tem que provar que é uma gostosa (o) vacinada (o) na porta

Vai ser a melhor noite do seu ano até agora.
Duvida?

 

 

VMA 2023: Furacão Anitta vence prêmio de melhor clipe latino por ‘Funk Rave’ e desbanca Shakira e Rosalía

Anitta venceu o prêmio de Melhor Videoclipe Latino, do Video Music Awards (VMA),

premiação da MTV americana,em cerimônia realizada nesta terça-feira (12), em Newark, nos Estados Unidos.

Com “Funk Rave”, a cantora desbancou artistas como Bad Bunny, Shakira e Rosalía.

Esta foi a segunda vez que Anitta ganhou o troféu. Ano passado, ela levou o prêmio por “Envolver”, música que também pôs a carioca no topo global do Spotify.

“Eu não consigo acreditar. Brasil, nós estamos aqui de novo. De novo. Pela segunda vez”, disse a cantora, em seu discurso de agradecimento.

“Muito obrigada aos meus fãs. Sem vocês, eu não seria nada. Devo a vocês tudo o que tenho”, continuou.

“Agradeço a mim. Quero agradecer a mim porque trabalhei muito. E mais uma vez, ao funk brasileiro. Vocês estão ouvindo funk brasileiro.

Vão ouvir funk no mundo todo agora. Isso é só o começo. O funk brasileiro está aqui para ficar.”

 

 

A apresentação foi marcada por rebolados, passinhos de funk e um cenário que replica favelas brasileiras.

Com participação do DJ Gabriel do Borel, a música é inspirada no lendário “Furacão 2000“e é a primeira faixa da artista a ser lançada pela Universal Music, via Republic Records.

Em abril deste ano, a cantora anunciou o fim do contrato com a Warner Music após 11 anos de parceria e uma série de reclamações e críticas à gravadora.

Mais cedo, a artista dançou na cerimônia. Com cerca de três minutos, a performance compilou trechos de

“Funk Rave”, “Casi Casi” e “Used to be”, do EP recém-lançado “Funk Generation: A Favela Love Story”.

Você sabia que a Furacão 2000 teve início em Petrópolis?

 A Furacão 2000 é o principal nome do funk no Brasil. A equipe poderosa  teve início na cidade de Petrópolis , na década de 70, pelas mãos de Gilberto Guarany. Na época, o Santa Paula Quitandinha Clube recebia shows de grandes DJs aos domingos.Após divergência no contrato de um dos artistas que se apresentavam no local, Guarany foi chamado para montar um equipamento de som na Big Boate do Quitandinha, onde começou a também convidar alguns DJs . Depois de fracassos e acertos, a originalmente . O Som  se caracterizou pelas diversas caixas de som, que foram pintadas de branco para se destacar nos bailes à noite, dando início ao clássico paredão da Furacão 2000.

 

Este nome só veio algum tempo depois, quando Emílio Garrastazu Médici, na época Presidente da República, visitou o Palácio Quitandinha. O baile começava às 4h da tarde e, durante a passagem do representante, Guarany aproveitou para ligar o som . Ele conta que quando a música parou, Médici bateu palma e questionou quantos watts tinha o equipamento. Guarany então respondeu que eram 2000, ao que o ex-presidente rebateu dizendo que aquilo era um Furacão de 2000.

 

O nome logo pegou e em dois anos, chegaram a realizar shows com três equipes simultaneamente em Petrópolis: nos clubes Serrano,  Petropolitano e Coronel Veiga Clube. Em 1976, Rômulo Costa propôs fundir a sua empresa “Som 2000” com a de Guarany, e levar a Furacão 2000 para o Rio de Janeiro, posteriormente fazendo sucesso em todo o Brasil.

FURACÃO 2000 em Belo Horizonte

Na última sexta (01/09) rolou pela primeira vez FURACÃO 2000 na  A Autêntica em Belo Horizonte .

O som pesado da n° 1 do Brasil chegou e fez  todo mundo rebolar até o chão

com muito  funk das antigas, daquele jeito que todo mundo ama .

 

Baco Exu do Blues e Furacão 2000 completam o line-up da 8ª edição do ARVO Festival

ARVO Festival anuncia a presença do rapper Baco Exu do Blues e a Furacão 2000 na 8ª edição do evento. As duas atrações reúnem-se ao elenco que conta com Jorge Aragão, FBC, Anelis Assumpção, Rubel, Liniker, Nação Zumbi, Dandara Manoela convida Rincon Sapiência, Tulipa Ruiz e Reis do Nada com participação de Flora Cruz Re Significa.

O evento acontece no dia  28 de outubro, no Império das Águias, em Florianópolis, na Praia do Campeche. Os ingressos estão à venda, acesse aqui.

 

Furacão 2000

Furacão 2000 foi fundada em 1980 e ganhou notoriedade ao popularizar os bailes funk no Rio de Janeiro, tornando-se uma referência cultural no cenário musical e de entretenimento do país.

Desde o funk proibidão até os hits mais comerciais e festivos, a Furacão lançou músicas que atravessaram gerações, como ‘Rap da Felicidade’, de Cidinho & Doca, ‘Rap das Armas’, de MC Júnior MC Leonardo, e ‘Tô Tranquilão’, de MC Sapão, contribuindo não apenas para a propagação do funk carioca, mas também influenciando a identidade da música brasileira até hoje.

Para a 8ª edição do Festival ARVO, a Furacão 2000 levará para a Praia do Campeche um show que transportará o público de volta ao início do século ao som das batidas que todo mundo sabe de letra sob o comando de Rômulo Costa.

Sustentabilidade

O evento chega à sua oitava edição fomentando ações sustentáveis em parceria com empreendedores locais, alimentação popular, geração de recursos por meio da coleta seletiva e o apoio aos profissionais que reúnem materiais recicláveis.

Em 2022, o ARVO conseguiu uma redução de 94% na geração de lixo que é desviada do aterro sanitário e a neutralização dos GEE (gases de efeito estufa) gerados. Devido ao gerenciamento dos resíduos e sua destinação correta, deixou de emitir cerca de 0,66t CO2 e, com isto, aproximadamente 92% das emissões relacionadas aos resíduos sólidos foram evitadas.

Dessa forma, o ARVO normaliza a baixa geração de resíduos, promove a reciclagem e compostagem, fomenta o trabalho dos catadores de materiais recicláveis, neutraliza sua pegada de carbono e aposta na conscientização ambiental através da experiência, misturando arte e engajamento ecológico.

 

SERVIÇO

Arvo Festival 2023 com Jorge Aragão, Furacão 2000, Baco Exu do Blues, FBC, Anelis Assumpção, Liniker, Nação Zumbi, Tulipa, Dandara Manoela convida Rincon Sapiência, Rubel e muito mais.

Data: 28 de outubro

Horário: a partir das 14h e até às 04h

Local: Império das Águias – Servidão Arina Paschoal, 1313 – Campeche, Florianópolis

Ingressos: acesse aqui.

 

Fonte : https://portalpopline.com.br/baco-exu-do-blues-e-furacao-2000-completam-o-line-up-da-8a-edicao-do-arvo-festival/

‘Marcinho era um MC que cantava o amor’, diz Romulo Costa

O empresário Rômulo Costa, em entrevista ao Revista CBN, lamentou a morte

de MC Marcinho e lembrou a trajetória do funkeiro.

‘Marcinho deixa uma lacuna grande. O Rio de Janeiro está triste’.

 

Link : https://cbn.globoradio.globo.com/media/audio/417852/marcinho-era-um-mc-que-cantava-o-amor-diz-romulo-c.htm