ACONTECEU
13/03/2020 13:49 em Novidades

Priscila Nocetti, apresentadora e cantora do Furacão 2000, foi internada na última semana após sofrer um infarto aos 38 anos. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do grupo.

O produtor Rômulo Costa, casado com Priscila, afirmou que o susto aconteceu no último dia 1º de fevereiro na casa do casal enquanto ela estava com a filha, Yasmin, e algumas amigas da pequena.

A funkeira começou a sentir dores no peito e chegou a fazer os primeiros socorros ela mesma ao perceber que estava com sintomas de infarto antes de pedir para ser levada para um hospital.

"Apesar de ser nova, a Pri teve hipertensão gestacional e ficou com esse quadro permanente mesmo depois do parto. Como esquecia de tomar o remédio diariamente e é muito ativa, o coração acelerou demais e fez o pico hipertensivo", afirmou Rômulo.

Priscila foi liberada dias depois sem nenhum dano no coração ou sequela e passa bem.

Leia o depoimento de Rômulo na íntegra:

"A Priscila infartou sim, no último dia 01/02, no dia seguinte do aniversário da nossa filha Yasmin. Ela estava vendo filme com a nossa filha e as amiguinhas na sala, deitada no sofá quando tudo aconteceu.

Sentiu fortes dores no peito e em seguida no braço esquerdo. Percebeu que eram sintomas de infarto e, como ela estuda muito sobre primeiros socorros, fez nela mesma. Tomou AS imediatamente, aferiu a pressão arterial, viu que estava bastante alta e me pediu pra levá-la na emergência porque achava que estava infartando. Sempre mantendo a calma.


No dia seguinte, foi submetida a um cateterismo para um exame mais detalhado e não precisou colocar nada nas artérias. Mais tarde fez um ecocardiograma que mostrou que o coração não sofreu nenhuma lesão. Apesar da intensidade dos sintomas e pressão altíssima, o coração dela não foi afetado em absolutamente nada, nenhuma parede, nenhum músculo.Fomos ao Rio Mar, ela foi prontamente atendida, foi realmente diagnosticada como infarto no miocárdio e foi pra UTI coronariana para estabilizar e ficar em observação.

A Pri tem uma fé inabalável e, desde o início dos sintomas, se manteve calma, fez os primeiros socorros nela mesma e orou muito à Deus.

Apesar de ser nova, a Pri teve hipertensão gestacional e ficou com esse quadro permanente mesmo depois do parto. Como esquecia de tomar o remédio diariamente e é muito ativa, o coração acelerou demais e fez o pico hipertensivo.

Hoje já está recuperada e medicada. A sorte é que ela nunca foi sedentária e não era tabagista, sempre foi saudável, o que facilitou nessa recuperação e no diagnóstico sem sequelas, 100% normal.

 

Ela tem um coração valente, a pessoa mais forte e inteligente que já conheci na vida. Ela sempre estuda um pouco de tudo, porque pensa que pode ajudar alguém e mal sabia ela que Deus a preparou para ter serenidade e se salvar, porque o socorro, nesses casos, tem que ser o mais rápido possível."

COMENTÁRIOS